2/28/2011

A princesa



Para a minha irmã M. A.

As princesas às vezes andam de ténis a combinar com os olhos cheios de luz e com os reflexos de outras luzes que captam para a sua beleza se elevar aos céus. Conheço uma princesa que joga à bola, uma princesa que não tem medo de nada, apenas do escuro e dos monstros que se escondem no escuro. Essa princesa tem um coração em forma de corpo, um coração com duas pernas, dois olhos, dois braços, tudo o que um corpo deve ter e depois tem dentro desse corpo uma ingenuidade que envergonha quem olha. A princesa é tão forte, tão forte, que às vezes chora com as coisas bonitas e tristes, e bonitas, e tristes. Às vezes tem mau feitio, tem muitas vezes mau feitio, mas como tem bom coração todos a perdoam e ela sorri e abana o cabelo vermelho como se estivesse a correr sem parar à volta de um jardim que ela diz não gostar, mas gosta. É uma princesa engraçada e rabugenta, linda no íntimo e todos gostam dela

mas eu gosto mais.

Amo-te daqui até ao céu infinito, e tu sabes que sim.

0 Comentários:

 
 
Copyright © Palavras minhas.
Blogger Theme by BloggerThemes Design by Diovo.com