5/10/2009

pensar assim não é pensar

é ver, II


invento palavras no teu silêncio, invento as palavras que não me deste e que guardo no bolso ao lado das chaves.

2 Comentários:

Catarina Soutinho disse...

E na verdade é do senso comum que, infelizmente, o silêncio pode ser ensurdecedor.

Como mudaram os teus textos! Passaste do gasoso ao sólido sem passar pelo líquido.

Abraço,
Catarina Soutinho

Christiana disse...

olá...
espero que a minha primeira frase te tenha dado a resposta que tanto procuravas...
um beijinho*

p.s: obrigada pela visita... para a proxima ficas mais tempo e ofereço-te um chá, combinado? :)

 
 
Copyright © Palavras minhas.
Blogger Theme by BloggerThemes Design by Diovo.com