6/18/2009

Almas





Hoje fiquei
triste, porque eu também andei, sorri, chorei. Contigo hoje perdi as esperanças de aglomerados de veias e células, tecido muscular cardíaco, não me amei hoje, por tua causa, não tive visitas nos corredores da minha alma porque estes não existem. Não tenho corredores na alma nem nas pontes entre as almas, ai que injustiça, logo eu que queria sorrir, chorar, sentir contigo mas assim não te percebo e tu não me entendes, somos dois cegos à procura, um do outro, em lugares diferentes. Invejo os teus corredores, onde deambulam os amores, quase que dava metade da minha alma para ter corredores na outra metade, como tu. Sobram-me na alma, assim, apenas, largas avenidas e ancestrais praças para deambularem entre elas os demónios, os meus, os teus e os de toda a gente, e isso é demais em mim, não achas?






Foto de Rui Jorge - Corredor Solitário

 
 
Copyright © Palavras minhas.
Blogger Theme by BloggerThemes Design by Diovo.com